Eles ainda são poucos e caros no Brasil, mas as montadoras já preparam veículos pesados sem motor a combustão feitos no país

De tempos em tempos o mundo dos negócios costuma ser chacoalhado por uma mudança radical, capaz de virar do avesso setores inteiros da economia. É o que acontece exatamente neste momento na indústria automobilística. A popularidade dos carros elétricos tem promovido uma abrupta virada que promete deixar no passado a chamada era do petróleo, iniciada nos primórdios do século XX.

Um reflexo dessa brutal transformação é a montadora americana Tesla, criada há dezoito anos pelo empreendedor serial Elon Musk para produzir unicamente veículos elétricos. Com capacidade de produção de meio milhão de carros por ano, a empresa valia no dia 1º, quarta-feira, 736 bilhões de dólares, dez vezes mais que a General Motors, fundada há 113 anos e que fabrica 6,8 milhões de automóveis por ano.

A guinada para os motores elétricos é tão forte que algumas montadoras já preveem um processo de aposentadoria de motores a gasolina nos países ricos a partir da próxima década — a Volvo, por exemplo, deve deixar de fabricar carros a combustão a partir de 2030.

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários

Nenhum comentário para mostrar.
EnglishPortugueseSpanish
Abrir o Chat
Precisa de ajuda?
Atendente Solo
Olá, tá procurando um Equipamento pra você ou pra sua empresa?

1- Equipamento pessoal
2- Equipamento para empresa
3- Pesquisa de preço
4- Maiores informações sobre estoque
5- Falar com o Especialista Solo.


Clique no ícone abaixo e você será transferido para o atendente.

Não esqueça de colocar o número referente ao sua pesquisa, assim você acelera o atendimento.

A Solo Cegonhas agradece seu contato.


Para outras informações envie uma mensagem para qualquer um dos números no rodapé do site.